30 de set de 2009

Fútil

Agarra a gárgula pela garganta.
Garroteia.
Amarra a aranha na própria teia.
Põe pra correr o próprio Cão.
Mata o monstro e mostra o pau.
(em vão)
De que te vale qualquer façanha,
herói, se, afinal,
a donzela que amas te odeia?

3 comentários:

Cicilita disse...

Allan,
Adorei, todos, principalmente as finalizações, sempre surpreendentes.
Bjks,
Cecilia Ferreira

Sandra disse...

Não requer muitos comentários, simplesmente MARAVLHOSO!

Allan Vidigal disse...

'brigado!