21 de out de 2009

Anacronismo

Acreditem ou não, há quem diga
que hoje vivem aqui velhos mitos
degredados da Hélade antiga
e dos bosques da Arcádia banidos.

Que uma dríade ainda está viva,
escondida no caos paulistano,
disfarçando-se de executiva,
por detrás de orçamentos e planos.

E que um fauno usa roupas de grife,
camuflando do jeito que pode
sua cauda, seus pelos, seus chifres,
os seus cascos e patas de bode.

A metrópole é um tipo de Hades,
é um mundo distante do seu,
onde matam um no outro as saudades
do que tinham à beira do Egeu.

3 comentários:

FláPerez (BláBlá) disse...

conheço um fauno.
adorei todo...esse assunto é o meu preferido!
rimas perfeitinhas, ritmo e magia, como sempre!

patrícia disse...

LLLLLiiiiinnnnddddooooo!!!!!!!!!

Allan Vidigal disse...

Fora eu, vc quer dizer, Flá? Hehehe.
Valeu, gente.