21 de abr de 2010

Pontos de Vista

Não nos cabe julgar
Coisas ditas no leito.

Afinal, depende do lugar
O que é ou não vulgar.
O que, noutro contexto,
Seria falta de respeito;
O que é certo ou irregular;
O que, como, ou quando dar.

São, enfim, o dito e o feito
Apenas questões de conceito.

5 comentários:

Flá Perez (BláBlá) disse...

rsrsrsrsrssrsrsrs

[ rod ] ® disse...

Do ângulo que vemos muito se sabe e pouco se faz. O julgamento é eterno, mas não é cabível. Abs meu caro!

Lou Witt disse...

p-e-r-f-e-i-t-o

Ana disse...

Lindo...

Moska de Bar disse...

Do caralho seus poemas bro. A poesia circunda as margens por onde nós passamos. Abarço!