3 de set de 2010

Escolha

Não creio em pecado:
prefiro o profano
ao santo e ao sacro;
o laico ao sagrado;
o século, o sexo
ao céu e ao casto.

Trago-me ereto –
jamais genuflexo.

4 comentários:

Flá Perez (BláBlá) disse...

fodaço!

L. Rafael Nolli disse...

Interessante esse "Desafio dos Escritores". Esmiuçando a poesia e o fazer poético. Bacana.

Shala disse...

Incesto seria se não fossemos burlescos. Ridículos? Por que só é livre quem não tem medo do rótulo. E rasga. O riso o guiso que nos faz freguêzes. Ausentes da norma burguêsa. Sem precisar de certezas. Somos da realeza vulgar e ponto. Ao encontro! Alteza. Ao altar.

Shala Andirá

Acho que vais gostar mais das correspondências de uma íntima estranha que dos meus cadernos cortantes...

http://intimaestranha.blogspot.com/


Bjs

HAMILTON BRITO... disse...

Tá ai, verdade verdadeira. Gostei do trabalho com as palavras.