16 de ago de 2010

Trouxa

Quem mandou, também, paspalho,
resolver largar o cigarro
logo agora que ela foi viajar a trabalho?
Agora fica aí,
mal-humorado pra caralho,
dormindo toda a tarde,
passando a noite acordado,
sem saber se essa azia
é por causa da saudade
e da casa vazia,
ou se é só ansiedade
e hiponicotinemia.

2 comentários:

Rodrigo Moreira Pinto disse...

Gostei bastante mesmo.

Você rearranjou palavras de uma conversa dentro de uma estrutura de poesia, valorizando o ritmo das palavras.

Gostou também do assunto: Não entender se o mal que sente é pela falta do cigarro ou da pessoa. Gosto muito deste tipo de cinismo.

MUito foda

Reflexo d Alma disse...

Ei Allan!
passando pra ter ler como faço todas as segundas,mas hoje decidi
regsitrar a passada por aqui.
Linda semana.
Bjins entre sonhos e delírios

Bjins entre sonhos e delírios

O poder infinito de Deus não está na tempestade, mas na brisa.
Rabindranath Tagore